título

Conselho de Reitores exorta universidades a responderem aos desafios da indústria do gás

Conselho de Reitores exorta universidades a responderem aos desafios da indústria do gás

O Conselho de Reitores considera que as universidades do país precisam de responder aos desafios colocados pelo desenvolvimento da indústria do gás no país, apostando na pesquisa e formação de quadros do sector.

O presidente do Conselho de Reitores de Moçambique, Jorge Ferrão, citado hoje pelo diário O País, declarou que as instituições do ensino superior moçambicanas devem contribuir com respostas para as necessidades geradas pela descoberta e produção de gás natural.

 

"Precisaremos, como instituições, de ter uma postura diferente em relação ao que se passa no setor do gás [em vez de uma postura passiva]", declarou Ferrão, que é também reitor da Universidade Pedagógica.

 

As universidades moçambicanas, prosseguiu, também devem envolver-se na busca de soluções para a questão das mudanças climáticas, devido ao impato negativo que estão a ter na vida das comunidades.

 

"Precisamos permanentemente de pensar nelas [mudanças climáticas], incluídas nos nossos planos de ensino, nos nossos planos curriculares e nos cursos que oferecemos à sociedade", declarou Jorge Ferrão.

 

As dinâmicas económicas, políticas, culturais e sociais que o país atravessam também devem ser objeto de preocupação nas academias moçambicanas, acrescentou.

 

SAPO/Lusa

16.11.2018

Partilhe: Facebook Twitter
>