título

Educação recebe financiamento de 75 mil contos para aumentar competência digital dos docentes

A ministra da Educação anunciou hoje um financiamento de 75 mil contos dos parceiros da educação para aumentar a competência digital dos docentes devido a situação da covid-19 que poderá ditar início do ano lectivo por rádio ou televisão.

Maritza Rosabal fez esse anúncio em declarações à imprensa quando convidada a falar sobre o financiamento no valor de 75 mil contos doado pelos parceiros da educação.

 

“Com a pandemia, o ministério submeteu ao grupo de parceiros um projecto de ajuda para implementação de acções necessárias, no âmbito da pandemia, como o programa de educação à distância com aulas através da televisão e rádio”, disse.

 

Ainda segundo a ministra, o projecto inclui acções de formação de docentes visando aumentar as competências digitais e outros, contribuindo assim para o acesso a uma educação de qualidade.

 

Esse valor, prosseguiu, vai complementar o esforço do Governo para dar uma resposta de qualidade no sector da educação em situação da pandemia.

 

Face a situação da covid-19, a governante revelou ainda, que está sendo desenhado vários cenários de regresso do ano lectivo, onde pode figurar o regime semipresencial, com uma parte do tempo dos alunos na escola e outra em regime de tele e áudio aulas.

 

Segundo Maritza Rosabal, um outro cenário possível pode ser através das plataformas e de uma sala de aula virtual, que pode ser formada com os docentes, já que as aulas do próximo ano lectivo, de acordo com a lei de confinamento, presenciais ou semipresenciais só iniciará a 01 de Outubro.

 

O mês de Setembro, destacou, vai ser aproveitado pelo Ministério da Educação com conteúdos generalistas dedicado, sobretudo, à educação da cidadania e temas de interesse como saúde e outros.

 

SAPO/Inforpress

 

24/06/2020

Partilhe: Facebook Twitter
>